Porquê avaliar os impactos da formação?

Os custos com formação reportados pelas empresas portuguesas em 2015 foram 228 872 milhares de euros. Deste total, 93,9% foi suportado pela empresa e o restante referia-se a fontes de financiamento externo. Mais de metade dos custos suportados pelas empresas eram relativos a horas pagas e não trabalhadas (53,9%), isto é, horas remuneradas e ocupadas em formação. A média de custo por trabalhador em formação foi de 393,30 euros

Como é que o transformamos a formação em valor? De facto a avaliação dos impactos da formação é uma problemática que preocupa todos os profissionais de desenvolvimento de capital humano.

Ler mais…

A gestão do conhecimento e as competências na Gestão da Qualidade

Actualmente a natureza da produção, do trabalho, dos mercados e de todos os aspectos da actividade económica tem impacto no conhecimento, competências, capacidades e know-how necessários para o desempenho profissional competente.

As empresas melhor preparadas para utilizar informaço e conhecimento podem tomar decises de uma forma mais rpida e mais prxima do local da acço, ultrapassar barreiras internas e externas, criar mais oportunidades para inovar, reduzir tempos de desenvolvimento de produtos e melhorar as relações com os clientes.

Ler mais…

Tudo num só Pitch! – Porque vender é Humano

Vivemos rodeados de ruído e comunicação onde a oportunidade de fazer valer a nossa oferta se esgota numa única oportunidade.

Porque, quer queiramos quer não, a maioria de nós consome uma boa parte do tempo a tentar convencer as pessoas a tomarem atitudes ou tomarem uma determinada decisão que nos seja favorável. Por isso, de uma forma ou de outra, todos nós somos vendedores e grande parte dos trabalhos modernos exigem algumas habilidades de vendas.

Neste texto pomos o foco em 3 qualidades para vender melhor (Sintonia, Flutuabilidade e Clareza) e em 3 técnicas para vender (Pitch, Improvisar e Servir).

Ler mais…